COMÉRCIO ENTRE BRASIL E ITÁLIA RECUA MESMO COM DESVALORIZAÇÃO DO REAL

08 nov 2015

A corrente comercial entre brasileiros e italianos, soma de exportações e importações entre os dois países, perdeu mais de US$ 2 bilhões neste ano. Para especialistas, preocupação com cenário interno afeta os investimentos.

As vendas feitas pelo Brasil para a Itália caíram de US$ 3,4 bilhões para US$ 2,7 bilhões (-21,13%) na comparação entre o período que vai de janeiro a outubro de 2015 e iguais meses de 2014. As compras também diminuíram, baixando de US$ 5,3 bilhões para US$ 4,1 bilhões (-23,22%). Assim, a corrente comercial em dez meses de 2015, que ficou em US$ 6,8 bilhões, é bastante inferior à registrada até outubro do ano passado, quando o resultado chegou a US$ 8,7 bilhões.

“Para o tamanho do Brasil e da Itália, US$ 7 bilhões de corrente comercial é pouco”, afirmou Thomaz Zanotto, diretor do departamento de relações internacionais da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). O especialista ponderou que “devido ao câmbio razoável, o Brasil começa a exportar de novo depois de muitos anos de câmbio apreciado”, conforme noticiado pelo jornal DCI.

(Fonte: Diário do Comércio e Indústria)


Share

Zigma Comunica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *