COMISSÃO DE INFRAESTRUTURA VAI DEBATER IMPLANTAÇÃO DE ROTA QUE LIGARÁ O BRASIL AO PACÍFICO

06 ago 2014

A viabilidade da implantação definitiva da chamada Rota Bioceânica, para interligar o Oceano Atlântico ao Pacífico e facilitar o escoamento da produção brasileira para a China, é tema de audiência pública marcada para esta quarta-feira (6), às 7h30, na Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI).

A rota que une o Pacífico ao Atlântico – do porto brasileiro de Santos aos portos de Arica e Iquique (no Chile) e de Matarani e Ilo (no Peru), passando pela Bolívia – esbarra em gargalos que obstruem seu pleno funcionamento, de acordo com o senador Ruben Figueiró (PSDB-MS).

Um dos problemas, segundo o parlamentar, que é autor do pedido de realização da audiência, é a falta de integração e cooperação entre os países envolvidos, de forma a tornar mais simples e atrativas as viagens.

“Com a conclusão e conexão desse corredor ao sistema de transportes já existente, a redução dos custos para os produtores do Centro-Oeste poderia se tornar realidade, estimulando nossa economia e gerando emprego e renda”, aponta Figueiró.

O senador observa que, em comparação com a saída por portos localizados no Oceano Atlântico, a navegação até a Ásia poderia ser reduzida em quase 8 mil quilômetros. A conclusão da conexão desse corredor também reduziria os custos para os produtores de países vizinhos como Argentina e Paraguai.

Para o debate foram convidados o prefeito da cidade chilena de Iquique, Jorge Soria Quiroga; o secretário de Estado de Obras Públicas e de Transportes do Mato Grosso do Sul, Edson Giroto; o prefeito de Porto Murtinho (MS), Heitor Miranda dos Santos; e o coordenador-geral de Assuntos Econômicos da América do Sul do Ministério das Relações Exteriores, João Carlos Parkinson de Castro.

(Fonte: Agência Senado)
Share

Zigma Comunica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *